“Fomos embora antes de a chuva começar”.

Assim se escreve, pois não há contração entre preposição (“de”) e artigo (“o”) quando o termo seguinte tiver a função de sujeito (no caso, o sujeito é “a chuva”).

Ele saiu antes do professor (“o professor” NÃO é sujeito/então se faz a contração de +o=do).

Ele saiu antes de o professor chegar à escola (“o professor” É sujeito do verbo “chegar”, então = do). No segundo exemplo, “o professor” é o sujeito de uma oração infinitiva (“chegar à escola”). Como “o” é parte integrante do sujeito, não deve haver contração com a preposição “de”. Já no primeiro exemplo “o professor” não é sujeito e, assim, pode-se contrair “de” com “o”.

Exemplos: Ela chorou muito depois do filme./ Ela chorou muito depois de o filme terminar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *